Informações Úteis
ENTENDER A CURVA DE LACTAÇÃO DE VACAS PARA PROGRAMAR AS ESTRATÉGIAS NUTRICIONAIS DO SEU REBANHO

Imediatamente após  parto a produção de leite aumenta, ao passo que o consumo de alimentos (ingestão de matéria seca) não acompanha o que o animal necessita de nutrientes para manter a produção de leite (início da lactação). Esse diferença entre o que é requerido e o que é consumido de alimentos coloca as vacas em uma situação fisiológica chamada de balanço energético negativo. Nessa fase a vaca tem intensa perda de peso, pois mobiliza suas reservas energéticas para manter a lactação. Nesse período, que pode se estende em média até os primeiros 30 dias de lactação é preciso focar em estratégias nutricionais que maximizem o consumo de alimentos e evitem que esses animais não percam peso em demasia. Nesse contexto, é necessário aumentar a concentração de nutrientes, principalmente proteína, energia e minerais. Quando a vaca passa por essa fase, é o momento que será possível explorar ao máximo seu potencial produtivo (lactação média) e é necessário aumentar o consumo de concentrado na dieta para máximo desempenho. É nesse momento que a produção atinge seu pico e o animal consegue equalizar o consumo de alimentos com a produção de leite.  Após isso, a vaca entra em balanço energético positivo, uma vez que o consumo de de alimentos e consequentemente de nutrientes é maior que a produção de leite. Já no final da lactação, as vacas começam a diminuir a produção de leite e, apesar de menores problemas acontecerem nessa fase e as exigências nutricionais também serem menores, é muito importante o monitoramento do Escore de Condição Corporal (ECC) para que as vacas não estejam acima do peso na secagem e assim, evitar problemas no próximo parto. O ideal é que as vacas estejam com ECC em torno de 3,5 até 3,75 no momento do parto.






NOSSA LOCALIZAÇÃO

NOSSO CONTATO

Endereço:
Rodovia RS-324 - Km 220
Vila Maria / RS - Brasil - CEP 99155-000

Horário de Atendimento:
Seg - Sex: 07:30 - 11:30 / 13:30 - 18:00

Telefone:
+55 (54) 3342-7922
+55 (54) 99955-9190

E-mail:
protege@protegenutricao.com.br

©2019 - Protege Nutrição e Saúde Animal, todos os direitos reservados.